Buscar
  • Green Solar

Geração solar distribuída atinge marca de 8 GW no Brasil

Com 720 mil sistemas conectados à rede, GD solar já está presente em mais de 97,3% dos munícipios brasileiros



A GD (geração distribuída) solar atingiu a marca de 8 GW de potência instalada no Brasil na manhã desta quarta-feira (22), segundo dados coletados pelo Canal Solar, junto à ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Os números mostram que, somente em 2021, mais de 3,18 GW foram contabilizados pelo segmento em todos os estados brasileiros. Trata-se de um recorde que – mesmo sem o ano terminar – já supera, com folga, todo o montante acumulado em 2020 (2,68 GW).

Atualmente, a GD solar também já soma mais de 720 mil sistemas conectados à rede e instalados em residências, indústrias, comércios, prédios públicos, propriedades rurais e empresas de serviços. No dia 1° de janeiro de 2021, eram 321,6 mil sistemas.

“São números que representam um grande marco para o setor fotovoltaico brasileiro. A energia solar é democrática e todos podem ter acesso. Ao meu ver, são dados que animam o setor e que deixam todos os profissionais esperançosos pelo que vem pela frente em 2022”, avalia Gustavo Tegon, especialista em energia solar e co-fundador da Esfera Solar.

Outros números

Os números da ANEEL, mostram também que a fonte solar distribuída já está presente em mais de 97,3% dos munícipios brasileiros (5.420 do total de 5.570), sendo Minas Gerais (1,44 GW), São Paulo (1,03 MW), Rio Grande do Sul (0,97 GW), Mato Grosso (0,59 GW) e Paraná (0,42 GW), os estados que lideram a geração em potência instalada.

Entre as classes de consumo, a residencial é a que possui os maiores números, com 3,46 GW. Em seguida, aparecem as empresas dos setores de comércio e serviços (2,74 GW), os consumidores rurais (1,08 GW) e as indústrias (0,6 GW). Setores como o poder público, serviço público e iluminação pública somam juntos outros 98,2 MW.

Empregos no setor solar

Nos primeiros onze meses do ano, o Brasil ultrapassou a marca de 141 mil empregos gerados no setor de energia solar. Trata-se de um aumento de 63,9% em relação às 86 mil admissões que foram realizadas ao longo de todo o ano de 2020. As informações também foram levantadas pelo Canal Solar, com base em dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

Para 2022, são esperados novos investimentos no setor e melhorias no ambiente financeiro das empresas, o que deve estimular a busca por novos profissionais no mercado. Segundo a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica), a GD fotovoltaica vem crescendo cerca de 230% ao ano no Brasil desde 2020.


Leia a matéria completa em: https://canalsolar.com.br/geracao-solar-distribuida-atinge-marca-de-8-gw-no-brasil/

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo